domingo, 23 de novembro de 2008

Rafinha e a tecnologia

Rafinha é um cara que vive desde cedo rodeado de informação e tecnologia.Sua comunicação é via WEB, seus amigos são de redes de comunidades da internet, ele depende da tecnologia.Ou melhor, o que seria dele sem hightec?Na realidade convivemos e compartilhamos muitas coisas com o "Rafinha", já que não somos somente clientes passivos da net, hoje nos somos produtores de conteúdo.Dominamos programas de edição de áudio e video, por exemplo, e com isso rompemos barreiras com o profissionalismo que teoricamente respaldava as multinacionais do setor.Vemos bandas surgirem e ganharem repercussão com vídeos enviados ao You Tube sem gastar um tostão sequer.Chegamos a era da informação e da alta tecnologia e temos que nos adaptar a essa nova realidade que nos cerca.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Conclusão da matéria


O que podemos tirar de mais proveitoso da matéria é o conceito do que é a internet, do que são as mídias digitais e suas principais características.Sem sombra de dúvida são um dos meios mais importantes que existem.Podemos atingir um público específico e ao mesmo tempo transmitir uma informação a massa com grande velocidade.Concerteza umas das armas mais poderosas hoje do mercado e o que a matéria Mídias Digitais vem pra fazer é exatamente isso;mostrar como é o ambiente e nos ensinar a usar as devidas ferramentas para um melhor desempenho.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

A tecnologia aproxima as pessoas?



A tecnologia aproxima as pessoas?


Do ponto de vista mecânico com certeza a tecnologia aproxima as pessoas, já que posso me comunicar com uma pessoa que esteja no Japão em poucos segundos. Posso realizar reuniões por vídeo conferencia, enviar fotos,trabalhos etc...
Tivemos realmente um avanço significativo em relação ao ato comunicativo. Ouve digamos uma quebra de barreiras, de fronteiras.Passamos a não nos comunicar apenas com nossos vizinhos, nossos conterrâneos e sim com pessoas do Brasil e do mundo.Trouxe com isso troca de experiências e habilidades.
Contudo com a comodidade da tecnologia passamos as vezes a conversar com pessoas que moram a Kms de distância e nem conhecemos nossos vizinhos de parede.Isso é uma forma de distanciação.Conhecemos pessoas por fotos, por perfis, e as vezes a pessoa mora no mesmo bairro.
De uma forma geral a tecnologia trás mais prós do que contra sem sombra de dúvida, mas não temos o olho no olho de tempos atrás.

Netiqueta,Internêtes e Smiles


Netiqueta, Internetês e os Emotions
O que são? Quando usá-los? Como usá-los? NetiquetaAo conjunto de regras de etiqueta (comportamento) na Internet, chamamos Netiqueta. Essas regras refletem normas gerais de bom senso para a convivência dos milhões de usuários na rede. Como escrever na InternetFale, Não Grite!!!Combine letras maiúsculas e minúsculas, da mesma forma que na escrita comum. Cartas em papel não são escritas somente com letras maiúsculas; na Internet, escrever em maiúsculas é o mesmo que gritar!
Para enfatizar frases e palavras, use os recursos de _sublinhar_ (colocando palavras ou frases entre sublinhados) e *grifar* (palavras ou frases entre asteriscos). Frases em maiúsculas são aceitáveis em títulos e ênfases ou avisos urgentes.
Sorria :-) pisque ;-) chore &-( ...
Os emoticons (ou smileys) são ícones formados por parênteses, pontos, vírgulas e outros símbolos do teclado. Eles representam carinhas desenhadas na horizontal, e denotam emoções.
É difícil descobrir quando uma pessoa está falando alguma coisa em tom de brincadeira, se está realmente bravo ou feliz, ou se está sendo irônico, em um ambiente no qual só há texto; por isso, entram em cena os smileys. Comece a usá-los aos poucos e, com o passar do tempo, estarão integrados naturalmente a suas conversas on-line.
Respostas
Procure responder a todas as mensagens pessoais. Lembre-se de agradecer às pessoas que o ajudarem.
Não inclua todo o conteúdo da mensagem respondida; deixe o suficiente apenas para indicar os pontos que você está comentando, ou a que frases se está respondendo, apagando o que estiver a mais (inclusive cabeçalhos, se o programa de e-mail inseri-los na resposta).
Se o assunto da mensagem original era, por exemplo:
Subject: jogo de domingo
verifique que sua resposta apresenta a linha:
Subject: Re: jogo de domingo
Por convenção, as linhas incluídas (citadas) são precedidas por ">" (sinais de maior), mas existem variações.
Ao organizar a resposta, procure fazer com que os leitores de sua mensagem vejam primeiro a mensagem a que você está respondendo e, logo abaixo, sua resposta.
Respostas em cascata
Ao responder mensagens respondidas, as citações ficam com camadas de ">>" em cada linha. Se sua resposta já está incluindo uma terceira ou quarta camada de ">>", temos uma cascata: é hora de cortar as citações, ou pelo menos apagar alguns ">" que estejam a mais.
Preste atenção para usar sempre o comando de resposta (reply) quando for responder a uma mensagem, e o comando de encaminhamento (forward) quando estiver somente passando adiante um e-mail. Isso evita confusões e mensagens em cascata.

Internetês

Internetês é um neologismo (de: internet + sufixo ês) que designa a linguagem utilizada no meio virtual, em que "as palavras foram abreviadas até o ponto de se transformarem em uma única expressão, duas ou no máximo três letras", onde há "um desmoronamento da pontuação e da acentuação", pelo uso da fonética em detrimento da etimologia, com uso restrito de caracteres e desrespeito às normas gramaticais.
Para Silvia Marconato, o internetês é uma "forma de expressão grafolingüística [que] explodiu principalmente entre adolescentes que passam horas na frente do computador no Orkut, em chats, blogs e comunicadores instantâneos em busca de interação - e de forma dinâmica." e aponta que estudiosos vêem aspectos positivos na simplificação do idioma nesta nova escrita.
Estudiosos, como Eduardo Martins, vêem com reservas o uso dessa linguagem, observando que o "aprendizado da escrita depende da memória visual: muita gente escreve uma palavra quando quer lembrar sua grafia. Se bombardeados por diferentes grafias, muitos jovens ainda em formação tenderão à dúvida".
Usada inicialmente apenas para IRC (Internet Relay Chat), que é um protocolo de comunicação muito utilizado na Internet. Ele é usado basicamente como bate-papo (chat) e troca de arquivos, permitindo a conversa em grupo ou privada.
Emoticon Forma de comunicação paralingüística, um emoticon, palavra derivada da junção dos seguintes termos em inglês: emotion (emoção) + icon (ícone) (em alguns casos chamado smiley) é uma seqüência de caracteres tipográficos, tais como: :), ou ^-^ e :-); ou, também, uma imagem (usualmente, pequena), que traduzem ou querem transmitir o estado psicológico, emotivo, de quem os emprega, por meio de ícones ilustrativos de uma expressão facial. Exemplos: (i.e. sorrindo, estou alegre); (estou triste, chorando), etc. Normalmente é usado nas comunicações escritas de programas mensageiros, como o MSN Messenger ou pelo Skype e outros meios de mensagens rápidas. Os emoticons mais usados hoje em dia são:
*StandardSão o tipo mais comum, em sua maioria derivados do Smiley. Podem aparecer com ou sem nariz, :) ou :-) , e com olhos como bolinhas ou tracinhos, :) ou =). Por motivos de clareza, a tabela mostra só os do primeiro tipo (com olhos de bolinha, sem nariz). *OrientaisNo Brasil, são em maioria influência dos animes e mangás. Podem ter como boca um underline (^_^), um ponto (^.^), um traço (^-^) ou nada (^^).

*Variações de emoticons com X(Xis)Geralmente o "X" representa "cara fechada" ou "timidez". *Variações de emoticons com =(Igual)O sinal "=" representa olhos esticados, grandes, como em desenhos animados.

domingo, 9 de novembro de 2008

Web 2.0

Web 2.0 é um termo cunhado em 2004 pela empresa estadunidense O'Reilly Media[1] para designar uma segunda geração de comunidades e serviços baseados na plataforma Web, como wikis, aplicações baseadas em folksonomia e redes sociais. Embora o termo tenha uma conotação de uma nova versão para a Web, ele não se refere à atualização nas suas especificações técnicas, mas a uma mudança na forma como ela é encarada por usuários e desenvolvedores.
No caso usaremos o exemplo do You tube, site que disponibiliza videos.Nele podemos mais do que visualizar os videos, podemos enviar os nossos, ou seja, há compartilhamento entre ambos, álem de terem motor de busca quase intuitivo.O You tube faz associações entre os videos para termos visualizações com conteúdo mais próximo possível.

sábado, 1 de novembro de 2008

Portfólio eU Thiago


Essa é uma arte feita para Projeto Experimentais I, que o tema que escolhi foi institucional WWF.

Frente e verso>>>>>




Miolo>>>>>


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Amazônia pede ajuda

Aos deputados e senadores:

Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que, se aprovado, será um golpe mortal para todas as florestas brasileiras e, em especial, a amazônica. O PL 6424/2005, conhecido com Floresta Zero, reduz a reserva legal da região para 50% e ainda permite compensar, em outros locais, qualquer desmatamento que vá além desse limite.

 O Brasil demorou 450 anos para botar no chão praticamente uma floresta inteira, a Mata Atlântica, que se espalhava em 1 milhão de quilômetros quadrados entre o Paraná e o Rio Grande do Norte. Infelizmente, parece que não aprendemos nada dessa lição. A velocidade de destruição da Amazônia é quase dez vezes maior. Em pouco menos de 40 anos, já perdemos para sempre mais de 700 mil quilômetros quadrados de Amazônia – o equivalente a quase três estados de São Paulo. Se o Floresta Zero passar no Congresso, a devastação assumirá um ritmo ainda mais avassalador.

 

O Floresta Zero incentiva a derrubada da floresta e inocenta milhares de crimes ambientais. A Amazônia ocupa 5% do solo do planeta e abriga a maior biodiversidade do mundo. Somos hoje o quarto maior emissor de gases de efeito estufa do mundo. Cerca de 70% de nossas emissões são decorrentes do desmatamento e das queimadas.

 

Destruir a Amazônia provoca um grande impacto econômico e social no país. A chuva que é produzida na Amazônia é importante não apenas para a região. Ela ajuda na geração de energia, na produção de alimentos e no abastecimento de água no centro, sul e sudeste brasileiro. Para os mais de 22 milhões de brasileiros que habitam a Amazônia, o desmatamento nunca trouxe desenvolvimento social. Cerca de 85% dos casos de trabalho escravo do país ocorrem nas áreas desmatadas da Amazônia.

 

Ao invés de aumentar a proteção do meio ambiente e estabelecer metas para a redução do desmatamento, o Congresso Nacional estará dando as costas para a Amazônia e abrindo as portas para mais destruição. A sociedade brasileira exige um ponto final no desmatamento de nossas florestas, em especial a Amazônia. Seja a favor da floresta. Diga não ao PL 6424/2005.

 

video

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Adword e Adsense



AdWords é um serviço do Google que consiste em anúncios em forma de links encontrados, principalmente, nos sites de busca relacionados às palavras-chave que o internauta está procurando no motor de busca da página. Sendo um modo de adquirir publicidade altamente segmentada, baseada no sistema de custo por clique (CPC), custo por impressões (CPM) ou de custo por ação (CPA) independentemente de qual seja o seu orçamento. Os anúncios do AdWords são exibidos juntamente com os resultados de pesquisa no Google, assim como em sites de pesquisa e de conteúdo da crescente Rede do Google, que inclui AOL, EarthLink, HowStuffWorks e Blogger.

Adsense é uma outra possibilidade que o Google oferece aos anunciantes no que diz respeito à soluções em publicidade. Nesse serviço, alguém que possua um site, blog etc. pode cadastrar sua página no sistema do Google a fim de receber em sua página anúncios relacionados ao conteúdo de seu site, que é submetido a uma análise do Google. Os sites podem, através do Adsense, exibir anúncios em formatos variados, como vídeo, texto e imagens. Esse serviço também gera uma possibilidade de lucro para o dono do site que dispõe sua página para anúncios, de forma que ele ganha uma porcentagem do valor pago pelo anunciante ao Google por cada clique ou mesmo visualização de cada link.

sábado, 20 de setembro de 2008

Corrida dos Computadores - Piratas da Informática


Os bons copiam, os ótimos roubam.Essa é a expressão que deixa bem claro o trajeto de vida dos senhores feudais da informática.Steve Jobs e Bill Gates fizeram o que ninguém esperava e mudaram a história do mundo.Em meados dos anos 70, no Vale do Silício dois jovens visionários mudaram o curso da história,de um lado Steve Jobs que imaginava computadores de mesa,do outro lado, Bill Gates desenvolvedor de software.Mas para ilustrar esses acontecimentos épicos, temos que voltar um pouco e citar a IBM e a Xerox, aí nos perguntamos: o que tem haver essas empresas com os dois?Tudo meus caros leitores. Hoje em dia temos a idéia que o primeiro Sistema Operacional foi o Windows, contudo a Apple já tinha desenvolvido com seus programadores seu sistema operacional. E aonde entra a Xerox e IBM?Eles aparecem quando a Xerox brilhantemente desenvolveu a interface gráfica, isso mesmo, essa que utilizamos hoje, a empresa inventou também o mouse para utilizá-la.O projeto foi oferecido a gigante da informática IBM, que já de cara os chamou de maluco, ou seja anunciaram sua setença de morte naquele exato momento, pura falta de visão empreendedora.Com o projeto estacionado Steve Jobs vê nesse projeto um futuro.Jobs então vai até a Xerox e conhece o projeto ou melhor rouba.Começa então a corrida para o lançamento do Macintosh que era para Jobs a junção da arte com a tecnologia.Gates com sua pequena empresa de desenvolvimento de software, a Microsoft apresenta projetos para a Apple e é aceito por Jobs, o que ele não sabia é que Bill iria roubar seu projeto.Gates entrou para desenvolver planilhas e saiu com um sistema operacional quase pronto, só fez algumas modificações para amenizar o plágio.O homem mais rico do mundo então vai ao Japão e projeta a parte de hardware e lança junto com a Apple o computador de mesa.O Windows se saiu melhor e passou a frente do Macintosh e apenas é o que é hoje:uma das maiores empresas do mundo.

Ah....mas a Apple vem aí!!!

por Thiago Muller

Perfil do uso de aparelhos elétro-eletrônicos no Brasil



Nesse tópico trataremos de fazer uma análise do uso de aparelhos elétro-eletrônicos no Brasil.Um assunto complicado para os nossos padrões já que vivemos em uma sociedade muito desigual, em que a podreza e a riqueza andam lado a lado.Essa análise serve para termos uma noção de como anda nossa população em relação a comunicação em geral e o que podemos fazer para desenvolver o otimizar a situação.Focaremos nesse estudo o uso de computadores em domicílio dos brasileiros e o acesso a internet.
Começaremos com o gráfico abaixo que mostra uma visão das pessoas que tem equipamentos de tecnologia.

No gráfico abaixo temos um âmbito do que é a internet no Brasil.Podemos verificar que a porcentagem de pessoas que tem acesso à internet no Brasil ainda é muito tímido.Contudo fica claro que o processo está caminhando para frente.Há um avanço significativo de 2005 para 2007 em quantidade de acessos em domicílio.O que realmente fica à desejar é a qualidade de conexão que oferecemos aos internautas.



Nesse próximo gráfico fica claro que temos uma barreira ainda na aquisição de computadores pelo alto custo dos mesmos.Como citei acima temos uma grande quantidade de pessoas humildes em nosso país.


Em nossa última análise também entra a questão do valor.Ainda é caro para a maioria das pessoas terem internet em casa, e vamos pesar, temos um serviço fraco nesse sentido na maioria das regiões do Brasil.








terça-feira, 9 de setembro de 2008

Serviços e Produtos oferecidos na WEB

O mais famoso site de busca possui também dezenas de ferramentas para os mais diversos fins. São tantas (em torno de 50) que é difícil citar todas – justamente o que vamos procurar fazer aqui.

A maior parte destas ferramentas ou serviços tem a busca como pano de fundo, mas há várias outras para relacionamento e produtividade.O modelo de receita do Google é baseado nos famosos e poderosos AdWords e AdSense (publicidade). Os serviços oferecidos quase sempre são gratuitos ao usuário.O apelo para atrair audiência é muito grande e favorece a simbiose entre anunciantes e usuários. Ganha o anunciante ao utilizar um veículo tão acessado, diversificado e abrangente e ganha o usuário por poder usar ferramentas de qualidade e gratuitas.

A seguir a lista de alguns produtos da indústria Google.

Blogger é a ferramenta de blog, muito popular por ser um serviço gratuito e de fácil utilização para usuário leigos ou iniciantes.

GMail (ou Google Mail) é o serviço de e-mail gratuíto que oferece mais de 2GB de armazenamento para seu usuário.

Google AdSense é o serviço de publicidade contextual, utilizado por milhões de sites, onde editores podem veicular anúncios do AdWords. Também foi lançado o Onsite Advertiser Sign-Up - em 21 de novembro de 2005 - que permite que anunciantes comprem espaços publicitários em diversos sites a partir do site do Google.

Google AdWords é o outro lado do AdSense. Enquanto o AdSense permite aos editores veicularem publicidade, o AdWords permite que anunciantes comprem esse espaço e conectem sua empresa aos sites associados e ao prórpio Google.

Google Finance, ferramenta para usuários que operam no mercado financeiro. Disponibiliza gráficos, cotações, perfil dos administradores de cada empresa, notícias, discussões e até posts de blogs integrados.


quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Marketing Digital por Thiago Muller


FOMOS TOMADOS PELA INTERNET. Essa é a expressão que melhor designa o que estamos presenciando na última década. Definitivamente o marketing digital chegou para ficar. Hoje encontramos empresas que fazem negócios unicamente via WEB. O ponto positivo é que podemos acessá-las de qualquer lugar que estejamos, porém deixamos um pouco de lado o “olho no olho”, situação essa que pode ser contornada com um atendimento eficaz e inteligente através de um sistema bem trabalhado.Podemos aqui enumerar algumas forças do marketing digital:interatividade,personalização,globalização,integração, aproximação,convergência,democratização da informação.Com isso as empresas vêm mudando e se adaptando às novas realidades existentes, exemplo disso é a modificação de pensamento e olhar do que é a internet pelos investidores, empresários, clientes etc. A própria velocidade de transformação da WEB surpreendeu as previsões até dos mais otimistas especialistas da área.Há dez anos atrás não se pensava nessa capacidade de transferência de dados absurda, velocidade de informações e muito menos acessar a internet via celular, e fomos surpreendidos pela tecnologia mais uma vez.Entramos claramente na Era da Informação, diria até Revolução dos Computadores ou Revolução Tecnológica.

Thiago Muller

terça-feira, 19 de agosto de 2008

O Português e sua esposa burra

Num bar três amigos conversavam: um francês, um espanhol e um português. Acabaram numa competição para saber quem era casado com a mulher mais burra.

O espanhol começou:-É a minha. Ela comprou uma bicicleta com 18 marchas, muito cara, e nem sabe andar de bicicleta.

E o francês:-Isso não é nada. A minha mulher mandou construir uma piscina no quintal de casa e não sabe nadar.

O português dá uma gargalhada e diz:-Pois a minha mulher é muito mais burra. Ela vai passar o carnaval em Salvador, na Bahia, comprou uma caixa de camisinhas e nem "bilau" ela tem.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Joguinhos on-line


Olha essa aí galera, dois joguinhos interessantes, para aqueles que não tem o que fazer!!


esse segundo link, para começar a correr é só clicar a seta pra frente e pra trás, ou seguir as instruções.rsrsrsr

Piadinha pra descontrair


a mae e o filho foram ao estadio de futebol,o time da mae levou um gol,
e ela disse.-puta.
e o filho perguntou.mae o que e puta?
e a mae disse é a nossa vizinha.
outro gol e a mae disse -buceta.
mae o q é buceta?
e a mae respondeu: é a louça lá de casa.
mais um gol e -merda
mae o que é merda?
e a mae disse é o tapete la de casa.
outro gol e-bosta,mãe o que é bosta?
é o sofa lá de casa.
no dia seguinte a vizinha bate na porta e o menino diz:
oi dona puta,limpe os pés na merda, senta na bosta que a minha mãe ta lavando a buceta.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Digitalização de acervos culturais


Olhem esse projeto bem legal para divulgação da cultura.Museu arqueológico Penn vai digitalizar todo acervo na internet.

http://www.hsm.com.br/editorias/tecnologia/museu_arq_digit_acer_internet.php

Termos de informática


Boot-
Procedimento de carregar um sistema operacional na memória RAM principal, executado por um pequeno programa, contido no BIOS da memória ROM, que instrui o microprocessador sobre como proceder para localizar o sistema operacional no disco e carregá-lo na memória.

BYTE-
8 bits.

Banner-
Anúncio colocado em páginas de Web. O banner, ao contrário do grabber, não tem uma ligação de hipertexto para o Web site do anunciate.

Bug-
Um erro de programação ou fabricação que causa um defeito na funcionalidade de um programa ou hardware. Às vezes, o defeito não é grave e o usuário pode conviver com ele; outras vezes, pode impedir por completo a utilização do produto.

CD-R-
Tipo de CD que pode ser gravado com o auxílio de um drive especial. Geralmente usado para fazer backup de dados e programas ou "pirataria".

CD-ROM-
Compact Disk Read Only Memory. Disco de armazenamento de informações que não lhe permite acrescentar dados, mas apenas ler a partir dele.

Cluster-
A menor unidade de leitura ou gravação em disco do sistema operacional. Seu tamanho é variável, em função do tamanho do disco. Se o cluster mede 32 KB, qualquer arquivo menor que esse número ocupa, obrigatoriamente, um espaço de 32 KB.

CMYK-
(Cian, Magenta,Yellow e Black)Sistema de quatro cores que, combinadas, podem gerar outras cores. Bastante usado em impressão e trabalhos gráficos.

Conectividade-
O termo refere-se às redes de comunicação ou ao ato de comunicar entre computadores e terminais.

Chips-
Circuitos integrados formados por milhões de minúsculos componentes que desempenham uma função específica.